Tópicos similares
    Buscar
     
     

    Resultados por:
     


    Rechercher Busca avançada

    Últimos assuntos
    » Preces de Umbanda
    Qui 18 Maio 2017, 21:08 por Mauricio D'Ogum

    » ALVORADA DOS PRETOS VELHOS
    Dom 16 Abr 2017, 12:16 por Mauricio D'Ogum

    » Preconceito e Intolerância no facebook
    Qui 02 Fev 2017, 20:21 por Mauricio D'Ogum

    » Umbanda e o Dia de Finados
    Qua 02 Nov 2016, 21:08 por Mauricio D'Ogum

    » Umbanda e a Bíblia - Minha Visão
    Sab 10 Set 2016, 23:23 por Mauricio D'Ogum

    » EXÚ (Preservador do direito de livre arbítrio)
    Ter 02 Ago 2016, 18:44 por Mauricio D'Ogum

    » FOFOCAS NO TERREIRO
    Sab 16 Jul 2016, 12:50 por Mauricio D'Ogum

    » VIDEOS NO YOUTUBE
    Sab 02 Jul 2016, 22:08 por Mauricio D'Ogum

    » Pretos Velhos (“As vezes me chamam de negro”...)
    Sab 02 Jul 2016, 21:59 por Mauricio D'Ogum

    Navegação
     Portal
     Índice
     Membros
     Perfil
     FAQ
     Buscar

    FOFOCAS NO TERREIRO

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

    FOFOCAS NO TERREIRO

    Mensagem por Mauricio D'Ogum em Sex 15 Jul 2016, 22:49

    FOFOCA NO TERREIRO


    Quando um médium entra no corpo mediúnico de uma casa, normalmente chega cheio de empolgação, grandes expectativas e uma vontade gigante de desenvolver suas mediunidades, incorporar seus Guias e se aproximar dos Orixás e de Deus.
    Ele espera a semana inteira o dia da primeira Gira na Casa, ansioso por aquele momento tão especial da sua vida. Chega ao terreiro animadíssimo e prestativo, querendo ajudar a todos. Procura entrosar-se com o grupo, puxa assunto, conta de sua vida, suas experiências anteriores (boas e ruins) na Umbanda e do quanto está feliz de participar do Templo. Em pouco tempo, já encontrou irmãos com afinidades e se encaixou numa das “panelas” do Terreiro.

    Mas a linha que separa os interesses gerais de Umbanda para assuntos particulares dos irmãos do Terreiro é muito fina e sutil. E as conversas passam facilmente dos procedimentos umbandistas para os comportamentos errados dos outros irmãos – aqueles que não estão na “panela”. Pronto! Isso já é maledicência e fofoca, que normalmente vem acompanhada de inveja, ciúme, vaidade, orgulho e maldade… E começam as famosas demandas entre irmãos de um mesmo terreiro!

    Ser umbandista é ter consciência de que, onde há ser humano, há falhas – assim é no seu trabalho, com seus amigos, no seu casamento, na sua família. Antes de apontar os erros alheios, enumere e conserte os seus. Antes de cobrar a melhora e a mudança do outro, faça a sua reforma íntima.
    Quem é você para olhar para o lado e acusar um irmão de ser tão humano e falho quanto você?
    E se os defeitos dos seus irmãos lhe são tão insuportáveis… procure outro Templo com médiuns menos humanos e mais divinos, onde você possa se concentrar em Deus sem se distrair com as limitações humanas ao seu lado.
    avatar
    Mauricio D'Ogum
    Admin

    Mensagens : 139
    Data de inscrição : 10/11/2009
    Idade : 42

    Ver perfil do usuário http://umbandeiros.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Re: FOFOCAS NO TERREIRO

    Mensagem por Mauricio D'Ogum em Sab 16 Jul 2016, 12:50

    avatar
    Mauricio D'Ogum
    Admin

    Mensagens : 139
    Data de inscrição : 10/11/2009
    Idade : 42

    Ver perfil do usuário http://umbandeiros.forumeiros.com

    Voltar ao Topo Ir em baixo

    Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

    - Tópicos similares

     
    Permissão deste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum