Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Pretos Velhos. Os Ancestrais da Umbanda
Sab 12 Maio 2018, 19:47 por Mauricio D'Ogum

» Preces de Umbanda
Qui 18 Maio 2017, 21:08 por Mauricio D'Ogum

» ALVORADA DOS PRETOS VELHOS
Dom 16 Abr 2017, 12:16 por Mauricio D'Ogum

» Preconceito e Intolerância no facebook
Qui 02 Fev 2017, 20:21 por Mauricio D'Ogum

» Umbanda e o Dia de Finados
Qua 02 Nov 2016, 21:08 por Mauricio D'Ogum

» Umbanda e a Bíblia - Minha Visão
Sab 10 Set 2016, 23:23 por Mauricio D'Ogum

» EXÚ (Preservador do direito de livre arbítrio)
Ter 02 Ago 2016, 18:44 por Mauricio D'Ogum

» FOFOCAS NO TERREIRO
Sab 16 Jul 2016, 12:50 por Mauricio D'Ogum

» VIDEOS NO YOUTUBE
Sab 02 Jul 2016, 22:08 por Mauricio D'Ogum

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Apresentação

Ir em baixo

Apresentação

Mensagem por Silvia em Qua 11 Nov 2009, 13:43

Lembro-me bem que quando era criança todos me chamavam de bruxa. Isso porque eu contava, na ingenuidade da minha infância, os sonhos que tinha e que acabavam por se realizar.

E esse apelido continuou na adolescência. Isso porque eu tinha sensações especificas conforme o dialogo com as pessoas, e expunha essas sensações e opiniões. Coisas como, alguém me contar que ia viajar, e eu dizer para não ir, pois havia tido uma "sensação ruim" sobre essa viagem.

E no avançar da idade, o apelido continua o mesmo. Isso por vários motivos, que incluem os dois primeiros... da infância e da adolescência. E podemos incluir agora os incensos sempre acesos em minha casa, os símbolos pintados nas portas e na entrada de minha casa para proteção, as receitas que fatalmente acabo passando para vários probleminhas do dia a dia, como gripes, dores de cabeça, etc. As "simpatias" que ensino para várias ocasiões.

Todas essas minhas atitudes são praticamente automáticas, não sei por freio nisso. Se alguém me diz que não consegue se livrar da tosse, na mesma hora ensino um chá. Se outro me diz que está com problemas com o vizinho, já escrevo num papel uma "simpatia" para amansá-lo, ou fazê-lo esquecer que a pessoa existe e deixá-lo em paz.

Alguns internamente riem disso e nada fazem. Outros adoram e fazem o que digo assim que podem. E o mais gratificante nessa hora é quando as pessoas dizem que funcionou. E se admiram muitas vezes que tudo que faço é relacionado a Natureza, ao modo de pensar negativo ou positivo da pessoa, a forma de agir para o bem ou para o mal no dia a dia, transformando aquilo que nos rodeia e que muitas vezes não percebemos, em algo bom, quase um milagre da vida.

Não sei nada de Bruxaria. Mas sei que a vida é mágica e perfeita. Repleta de milagres. Basta abrir os olhos do coração e da alma. Sei que a Natureza nos oferece tudo o que precisamos para viver bem. Basta saber aproveitar sem depredar ou abusar. Basta recicla-la e ela sempre te dará algo em troca.

Talvez por isso eu seja apelidada de Bruxa.
avatar
Silvia
Admin

Mensagens : 15
Data de inscrição : 10/11/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum