Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Um Breve Conceito da Umbanda

Ir em baixo

Um Breve Conceito da Umbanda Empty Um Breve Conceito da Umbanda

Mensagem por Mauricio D'Ogum em Qua 11 Nov 2009, 20:29

Toda a prática de Umbanda é gratuita, dentro do principio das leis de Deus: "Daí de graça o que de graça recebestes". A prática umbandista é realizada conforme Cristo disse: "Aonde estiver duas ou mais pessoas falando de Deus, ali estarei". A Umbanda não impõem os seus princípios, mas convida os interessados a conhecê-la melhor. A mediunidade, que permite a incorporação e comunicação com entidades mortas, algumas pessoas já trazem consigo desde o seu nascimento, independente da diretriz doutrinaria que lhe foi ensinada ou adote. A prática mediúnica só é aquela que é exercida com base nos princípios da Umbanda e dentro da moral étnica de Deus. A Umbanda respeita todas as religiões, que valorizem os esforços de praticarem o bem, que trabalham pela confraternização entre todos os homens independente de sua raça, cor, nacionalidade, crença ou nível cultural e social, e reconhece que "o verdadeiro homem de bem é o que cumpre a lei e a justiça, de amor, caridade, bondade, fé, brandura, autodomínio e pureza".

Guias
Entes puramente espirituais, dotados de personalidade própria, seres de luz que depois de cumprirem sua missão aqui na terra se manifestam nos médiuns para que exerçam o ofício de mensageiros entre as DIvindades e os homens e prestem caridade através de cura, passes e trabalhos especiais.

Sincretismo:
Durante a escravatura era proibido pela igreja católica a pratica de outra religião que não fosse o catolicismo. Para poder driblar os católicos e reverenciar os deuses africanos os escravos, observaram certas semelhanças entres os santos católicos e os orixás, pôr exemplo São lasaro que é deus das chagas com Omulu que também é o Orixá das pragas e doenças da pele senhor da vida e da morte, e batizaram as imagens dos santos associando a um orixá, embaixo dessas imagens era colocado as obrigações dos orixás assim eles podiam rezar para seus deuses que a igreja pensava que eles estavam rezando para a Santa Igreja Católica. Como isso aconteceu durante muito tempo, mesmo com a liberação das religiões e o fim do domínio da Igreja católica, esse Sincretismo já estava muito fundido nas tradições e hoje é quase impossível separar um santo católico dos deuses africanos.


Fonte: http://andresdasilva.sites.uol.com.br/conceito.html
Mauricio D'Ogum
Mauricio D'Ogum
Admin

Mensagens : 142
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 44

Ver perfil do usuário https://umbandeiros.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum