Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Preces de Umbanda
Qui 18 Maio 2017, 21:08 por Mauricio D'Ogum

» ALVORADA DOS PRETOS VELHOS
Dom 16 Abr 2017, 12:16 por Mauricio D'Ogum

» Preconceito e Intolerância no facebook
Qui 02 Fev 2017, 20:21 por Mauricio D'Ogum

» Umbanda e o Dia de Finados
Qua 02 Nov 2016, 21:08 por Mauricio D'Ogum

» Umbanda e a Bíblia - Minha Visão
Sab 10 Set 2016, 23:23 por Mauricio D'Ogum

» EXÚ (Preservador do direito de livre arbítrio)
Ter 02 Ago 2016, 18:44 por Mauricio D'Ogum

» FOFOCAS NO TERREIRO
Sab 16 Jul 2016, 12:50 por Mauricio D'Ogum

» VIDEOS NO YOUTUBE
Sab 02 Jul 2016, 22:08 por Mauricio D'Ogum

» Pretos Velhos (“As vezes me chamam de negro”...)
Sab 02 Jul 2016, 21:59 por Mauricio D'Ogum

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

UMBANDA E OS ELEMENTAIS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

UMBANDA E OS ELEMENTAIS

Mensagem por Mauricio D'Ogum em Dom 26 Jun 2011, 21:23

A Umbanda e os Elementais


Os Elementais são Entidades Espirituais, relacionadas com os elementos da natureza, onde realizam tarefas muito importantes, essenciais mesmo, à vida natural, pois , através destas Entidades, nos são oferecidos: ervas, flores, frutos, oxigênio, água e tudo o mais que o ser encarnado denomina de Forças da Natureza.

São Entidades que  geram, ordenam e dirigem as forças na natureza,  trabalhando dentro de uma linha evolutiva, diferente da dos seres encarnados. Podem ser percebidos pelo homem em certos estados de consciência, porém, pelos chamados irracionais, são notados e vistos com a maior naturalidade.


"AR": O ar é um elemento considerado ativo masculino, sendo o 1º elemento. Possui natureza dupla: É ao mesmo tempo atmosfera tangível, um substrato intangível chamado AR ESPIRITUAL. É o hálito que respiramos e que se acha simbolizado pelas fumaças usadas nos rituais de UMBANDA.
   A fumaça representa o ato da libertação da forma, com uma imediata dissolução no ar, de modo espiralado, permite ao ar agir como intermediário entre o mundo físico e o espiritual, tornando-se assim um agente mágico capaz de realizar a intenção com que a fumaça é liberada.


"AGUA": É o elemento passivo feminino. O conceito da água estende-se a toda matéria em estado líquido. Este elemento esta sempre ligado ao conceito da fertilização,da maternidade, e geração. Serve como elemento condutor de energia vibratória, como agente mágico que religa o ser humano a DEUS pelo batismo.



"TERRA": Elemento passivo feminino. Possui duas partes essenciais, a inferior, fixa, terrena imóvel. E a superior, rarefeita, móvel e virtual. Ele atribui-se da propriedade de receber descargas etéreas e materiais, é a vestimenta da materialidade.
  Na UMBANDA a terra, representa a energia capaz de aliviar a pessoa das cargas dirigidas por alguém ou alguma coisa.


"FOGO": Elemento ativo e masculino. Dos quatro elementos, é o que se acha mais constantemente as religiões, desde os tempos pré-históricos, simbolizando a própria alma e a vida. Ele é visível e invisível, uma flama ate real e espiritual que se manifesta através de uma flama substancial e material. A UMBANDA considera o fogo, o mais enigmático e surpreendente dos 4 elementos, pois sua energia é extremamente poderosa.




Os elementais estão presentes em todas as religiões.
Eles colaboram na purificação dos ambientes de trabalhos e também no atendimento da caridade.
Na Umbanda não é diferente.
Em diversos trabalhos, como na Apometria, os elementais são chamados a colaborar com os Pretos Velhos, Caboclos, Indús, Ciganos, etc.

Eles se agrupam sob o comando dos ORIXÁS da seguinte forma:

Plano 7 – Chacra Coronário – Oxalá – Silfos
Plano 6 – Chacra Frontal – Senhoras – Ondinas ou Ninfas
Plano 5 – Chacra Laríngeo – Ibeji – Fadas
Plano 4 – Chacra Cardíaco – Xangô – Salamandras
Plano 3 – Chacra Plexo Solar – Ogum – Elfos
Plano 2 – Chacra Umbilical – Oxossi – Gnomos e Duendes
Plano 1 – Chacra Básico – Almas – Avissais

SILFOS – ELEMENTAIS DO AR: São entidades de pequena estatura, de poderes mágicos, que os diferem dos outros espíritos da natureza, por serem de uma constituição sem forma definida, uma massa semi sólida de substância etérea. Exemplo: Fumaça, efeitos de luz através dos pirilampos, Aurora Boreal, arco-íris, etc…
Movimentan-se, fluem forças através de suas auras, em pequenos grupos, com cores e matizes vibrando entre eles, ou acima deles, e movimentam-se com extrema rapidez.


ONDINAS ou NINFAS – ELEMENTAIS DA ÁGUA: São entidade do amor, que vivem nas águas do mar, lagos, lagoas, rios e cachoeiras.A cascata é o lugar perfeito das Ondinas, onde elas se divertem em bandos, e onde a UMBANDA se utiliza na purificação de seus adeptos.
Comandam toda a fauna aquática




FADAS – ELEMENTAIS ECLÉTICOS: São entidades voláteis, que atuam em todos os reinos da natureza, segundo à necessidade ou ordens recebidas. A
As Dríades,  trabalham diretamente nas árvores,  com suas fascinantes evoluções manipulam a clorofila das plantas, estabelece a multiplicação de matizes das flores e fragrâncias que exalam (as mais evoluídas delas agem transformando , combinando e misturando não só colorações e fragrâncias, mas até forma de cada pétala ou broto que nasce nos campos, prados, vales, e jardins e grutas


SALAMANDRAS – ELEMENTAIS DO FOGO:
 são espíritos do fogo e se apresentam com corrente de energia ígnea que fluem, que precipitam não se moldando jamais a figuras e posições humanas.


ELFOS – ELEMENTAIS DOS METAIS: São entidades em muito semelhante aos SILFOS, sem forma corpórea definida, pois aparecem, da combinação do Ar e do Fogo sobre os metais. Por serem elementais belicosos. Estão também associados à vida das células da relva e outras plantas



GNOMOS ou DUENDES – ELEMENTAIS DAS FLORESTAS: São entidades que habitam as florestas e lugares desertos.  Atuam sobre tudo e sobre todos os que habitam ou transitam nas matas e florestas. Cuidam da fecundidade da terra e das pedras e metais preciosos.



AVISSAIS – ELEMENTAIS DA TERRA: São entidades que entrelaçam os elementos da terra e da água, apresentam-se em massa disforme, porém bem densa.


 Cada vez que destrói alguma coisa na natureza, o homem ativa a ira dos elementais que, através da lei do retorno darão sua resposta. Ex: Enchentes, desertos, falta de alimentos. Quando isto começa a acontecer, esta na hora de uma reciclagem da raça humana, e os ELEMENTAIS simplesmente se afastam para dar lugar ao trabalho dos espíritos dos ELEMENTARES.

Os elementais ou espíritos da natureza são naturalmente puros. Não se contaminam com dúvidas dissociativas, com egoísmo ou com inveja, como acontece com os homens, a não ser que sejam deturpados. Predominam, neles, inocência e ingenuidade cristalinas. Prontos a servir, acorrem solícitos ao nosso chamamento, desejosos de executar nossas ordens.
Nunca, porém, devemos utilizá-los em tarefas menos dignas, ou a serviço de interesses mesquinhos e aviltantes. Aquilo que fizerem de errado, enganados por nós, refluirá inevitavelmente em prejuízo de nós próprios (Lei do Carma).
Além disso, devemos utilizar os seus serviços na justa medida da tarefa a executar, para que eles não se escravizem aos nossos caprichos e interesses. Nunca esqueçamos de que eles como nós, são seres livres, que vivem na Natureza e nela fazem sua evolução e que nós mesmos para chegarmos onde hoje estamos, passamos por esse processo de evolução.


ELEMENTAIS E ELEMENTARES
   A energia de ambos tem a mesma origem , entre tanto a diferença entre ambos é fundamental.
   Os ELEMENTARES são os espíritos dos ELEBARAS (ligados aos Exus) integram e dinamizam os diversos planos em que se divide a criação. Exú é o portador de força,  guardião dos limites espaciais, policial e elemento de união das duas partes em que esta dividido o cosmo. Ele é tutor das forças caóticas, estando nos limites entre matéria e espírito, é o executor do Karma no círculo da encarnação. Por isso comunica-se frequentemente com os homens através das incorporações.
  Já os ELEMENTAIS, que são espíritos da natureza, funcionam como agentes cósmicos que não se desenvolvem em seres humanos, e tem como tarefa primordial dinamizar o elemento vital, num corpo sem energia emocional.
  Portanto, a origem é a mesma, e as funções distintas. Uns dinamizam a matéria (ELEMENTAIS) e outros dinamizam a ação Kármica (ELEMENTARES).



Maurício Mello Omologum


Última edição por Mauricio D'Ogum em Seg 24 Out 2016, 19:01, editado 1 vez(es)
avatar
Mauricio D'Ogum
Admin

Mensagens : 139
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 43

Ver perfil do usuário http://umbandeiros.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: UMBANDA E OS ELEMENTAIS

Mensagem por Mauricio D'Ogum em Dom 03 Mar 2013, 23:34




UMBANDEIROS 21/01/2013 Umbanda e os Elementais
avatar
Mauricio D'Ogum
Admin

Mensagens : 139
Data de inscrição : 10/11/2009
Idade : 43

Ver perfil do usuário http://umbandeiros.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum